Mulher é morta a tiros na frente do filho de 12 anos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

SÃO PAULO| A conselheira tutelar Lúcia Elen Vaz de Souza, 42, foi retirada de veículo e morta a tiros na frente do filho de 12 anos. O crime aconteceu, por volta das 20h de terça-feira (23), na rua Paraná, sob o Rodoanel Mário Covas e próximo à sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no Jardim Brasil Novo, região do Tremembé, no extremo da Zona Norte da Capital.

De acordo com a Polícia Civil, a Bacharel em Direito, estava ao volante de um Renault Duster vermelho, seguindo para casa, na companhia do filho, que estava no banco de trás, quando foi interceptada por bandidos que ocupavam um veículo, cujas características não foram informadas.

Os suspeitos retiraram a mulher do carro e efetuaram vários disparos. Em seguida, um dos ladrões recolheu a bolsa da vítima que estava no banco do passageiro e entrou rapidamente no automóvel com os comparsas. O filho da conselheira tutelar presenciou toda a ação, mas não e feriu. 

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas quando chegaram ao local constataram que a conselheira tutelar já estava sem vida. O caso foi registrado no 73º Distrito Policial do Jaçanã e será investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), da Polícia Civil. 

Uma das hipóteses é de latrocínio, o roubo seguido de morte, mas outras linhas de investigação não serão descartadas. O local onde ocorreu o crime tem pouca iluminação e não possui câmeras de segurança.

Na manhã de quarta-feira, os agentes devem percorrer um trecho da avenida Coronel Sezefredo Fagundes para tentar obter eventuais imagens de câmeras que podem ter flagrado o veículo usado pelos criminosos.

Leia Também