‘Matei com gosto’, diz jovem para pai ao matar a madrasta com 20 facadas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Renan Francisco Alves da Silva, de 24 anos, foi preso após invadir a casa da madrasta e matá-la a facadas, em Maringá, no Paraná. Por áudio, ele ainda avisou o pai sobre o crime e disse que não estava arrependido. Neide Aparecida Ribeiro, de 45 anos, levou 20 facadas.

O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (12). De acordo com informações repassadas pela polícia, o marido de Neide saiu durante a madrugada para trabalhar. Minutos depois de chegar ao trabalho, recebeu uma ligação da esposa, relatando que um homem estaria tentando arrombar a porta de casa.

Ao chegar no local, ela já estava morta. Foi quando ele recebeu uma mensagem de áudio e era o próprio filho avisando que tinha matado a madrasta por desentendimento familiar.

“Vai pagar porque xingou minha mãe, ficou jogando roupa dentro de casa, tirando minha mãezinha idosa […]. Matei mesmo, matei com gosto, para acordar para a vida”, afirmou o jovem. 

Todo o crime foi presenciado pela filha da vítima, de 10 anos, que se escondeu debaixo de uma cama para não ser morta. Na mensagem enviada ao pai, o rapaz ainda afirmou que a vítima teve “sorte” por ele não ter matado a menina. 

Renan Francisco foi preso por policiais da delegacia de homicídios de Maringá. O caso segue sendo investigado.

Leia Também