Marido mata esposa a marretadas e depois se joga embaixo de caminhão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Polícia Civil de Marabá, no Pará, investiga a morte de Gleiciane Lima Rabelo Amaral, encontrada morta a marretadas na manhã desta quarta-feira (11), na casa onde morava com a filha e o marido. O homem, principal suspeito do crime, se jogou debaixo de um caminhão logo após o corpo ser encontrado.

O técnico da Justiça Eleitoral Eliezer Almeida Amaral, de 30 anos, segundo a polícia, matou a vítima com marretadas na cabeça há cerca de três dias.

O crime só foi descoberto porque colegas do homem desconfiaram dele não aparecer há dias no trabalho e foram até a casa, onde acabaram encontrando o corpo que já estava em estado de decomposição. A filha do casal estava com familiares.

Eles acionaram a polícia e no início da tarde desta quarta, logo após a polícia iniciar as buscas atrás de Eliezer, ele se jogou debaixo de uma carreta Bitrem na rotatória do KM 6, na Nova Marabá. O técnico da Justiça Eleitoral morreu na hora.

“Ele estava nas margens da rodovia e quando o caminhão passou, ele se jogou”, contou Kenes Rodrigues Barbosa, que testemunhou o crime. 

O corpo ficou de ser removido para o Instituto Médico Legal (IML). O casal deixa uma filha órfã. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que investiga a motivação para o homicídio.

Leia Também

error: Conteúdo protegido contra cópia!