Mãe e filho são presos após aplicarem golpe do consignado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

RIO DE JANEIRO| Na terça-feira (25), a polícia prendeu mãe e filho suspeitos de aplicar o golpe do empréstimo consignado. Eles emprestavam o dinheiro para servidores públicos, mas ficavam com a maioria dos valores, com a promessa de investir a quantia e devolver com lucro.

Gabriel Almeida Pique de Oliveira, um dos presos que aplicava o golpe, tem mais de 400 passagens pela polícia. Ele está em prisão temporária e vai responder por estelionato e associação criminosa.

“O Gabriel 442 anotações criminais. Isso demonstra que no mínimo 442 pessoas foram vítimas desse golpe e fizeram registro de ocorrência porque a cada momento tomar nova previsão realizada, mais e mais vítimas se reconhecendo esta mesma situação e vendo que também caíram no golpe”, disse a delegada Raissa Celles. 

A polícia estima que cerca de 1 mil pessoas podem ter caído no golpe em todo estado. 

Gabriel se apresentou na terça-feira (25) em uma delegacia em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, depois de negociação com os agentes. Os policiais tinham acabado de prender a mãe dele, em Realengo, Zona Oeste. Débora de Almeida Vidal é suspeita de praticar os mesmos crimes.

“Com as investigações, nós identificamos que o Gabriel e a mãe dele Débora eram os mentores intelectuais desta organização criminosa que realiza a prática deste golpe do empréstimo consignado”, completou a delegada.

Leia Também