Justiça condena hacker a pagar R$ 648 mil de indenização a banco após golpe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

DISTRITO FEDERAL| O hacker Nicolas Noel Valdez Bello, foi condenado pela Justiça do Distrito Federal, a pagar uma indenização de R$ 648 mil ao Banco do Brasil. Segundo a sentença, ele furtou o mesmo valor de duas contas bancárias da instituição, em um ataque, em 2020.

A decisão, do juiz Aimar Neres de Matos, ainda prevê pena de reclusão de cinco anos e seis meses, em regime inicial semiaberto. O advogado de Nicolas, Fábio Henrique Pinheiro Pereira, disse que a condenação por ressarcimento foi “fora os padrões” e que vai recorrer da decisão. 

“Não conseguiram identificar a suposta organização criminosa”, afirmou. 

Na denúncia, o Ministério Público do DF pediu a reparação dos danos causados ao Banco do Brasil porque, na época, o banco assumiu o prejuízo e ressarciu as duas vítimas do golpe aplicado por Nicolas. 

Na decisão, o juiz diz que “se tratando de uma instituição de capital misto, verifica-se que o prejuízo foi suportado tanto pela União, ou seja, prejuízo público, quanto pelos acionistas. De mais a mais, tais condutas acabam por encarecer o preço dos serviços bancários, causando prejuízo social relevante”.

Leia Também