Influencer denuncia ter sofrido violência obstétrica durante parto da segunda filha

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo ela, o médico expos sua intimidade para terceiros e no momento do parto a xingou durante todo o procedimento.

A influencer Shantal Verdelho afirmou que foi vítima de violência obstétrica durante o parto de segunda filha, nascida em setembro deste ano, em São Paulo. Em um áudio vazado em redes sociais, ela acusa o obstetra Renato Kalil de usar palavrões durante o parto expor sua intimidade para o pai da criança e para terceiros.

“Quando a gente assistia ao vídeo do parto, ele me xinga o trabalho de parto inteiro. Ele fala ‘Porra, faz força. Filha da mãe, ela não faz força direito. Viadinha. Que ódio. Não se mexe, porra’… depois que revi tudo, foi horrível”, comenta a influencer no áudio vazado.

Ainda segundo Verdelho, “Ele chamou meu marido e falou: ‘Olha aqui, toda arrebentada. Vou ter que dar um monte de pontos na perereca dela’. Ele falava de um jeito como ‘olha aí, onde você faz sexo, tá tudo fodido’. Ele não tinha que fazer isso. Ele nem sabe se eu tenho tamanha intimidade com meu marido”, contou a moça.

Após o vazamento do áudio, a influencer confirmou o conteúdo, mas lamentou que o assunto tenha ido parar nas redes sociais.  “Os vídeos e o áudio foram enviados em um momento de troca, desabafo e compartilhamento com suas amigas, a respeito de maternidade e sobre os suas escolhas de obstetras. A intenção era unicamente dividir sua experiência de forma privada e com pessoas mais próximas”, afirmou o comunicado.

Shantal disse ainda que irá tomar providências jurídicas contra o médico.

Outra parte

Procurado, o médico Renato Kalil se pronunciou através de comunicado oficial e disse que foi surpreendido pela repercussão do caso.

“O parto da Sra. Shantal aconteceu sem qualquer intercorrência e foi elogiado por ela em suas redes sociais durante trinta dias após o parto. Surpreendentemente, o Dr. Renato Kalil começou a receber, nos últimos dias, ataques com base em um vídeo editado, com conteúdo retirado de contexto”, declarou a nota.

“A íntegra do vídeo mostra que não há nenhuma irregularidade ou postura inapropriada durante o procedimento. Ataques à sua reputação serão objeto de providências jurídicas, com a análise do vídeo na íntegra. O Dr. Renato Kalil é médico obstreta ginecologista há 36 anos, sendo um dos médicos mais reconhecidos do Brasil. Ao longo de sua carreira, já efetuou mais de 10 mil partos, sem nenhuma reclamação ou incidente”, completou.

Exposição

O áudio vazado tem cerca de cinco minutos. Nele, a influencer, que tem mais de 1,5 milhão de seguidores conta que o médico teria falado da vagina dela para terceiros, expondo sua intimidade. “Ele quebrou o sigilo médico. (…) Descobri que falou da minha vagina para outras pessoas. Tipo ‘Ficou arregaçada, se não tiver episiotomia, você vai ficar igual'”, relatou a moça.

A influencer também acusa o profissional de ter revelado o sexo de sua bebê, sem consentimento dela, em suas redes sociais. “Esperei meses pra saber o sexo da minha bebê e ele me tirou o direito de contar isso pra minha família. Minha irmã ficou sabendo antes pelo Instagram dele e, na hora, disfarçou uma reação”, contou Shantal. https://46a2038cef3f8e81f1bed9bccea77cf6.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Leia Também