Gari demitido por brincar no trabalho é pai de recém-nascido, tem mais 4 filhos e esposa para sustentar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O gari Vitor Celestino, 30 anos, é mais um brasileiro na fila do desemprego. Só que o caso dele foi por um motivo inusitado. Filmado em Botucatu (SP) brincando de guarda com um tubo de papelão, enquanto recolhia o lixo da cidade, acabou virlizando no TikTok. O patrão não achou graça e resolveu demitir o funcionário. Pai de cinco filhos, sendo um deles um bebê de quatro meses, três meninas de 3, 8 e 9 anos e um adolescente de 14 anos, casado com uma zeladora, a vida lhe tirou o trabalho mas abriu outras portas.

Além de receber propostas de emprego, Vitor está ganhando doações, inclusive em dinheiro. “Recebi duas propostas. A primeira ainda está em negociação e a segunda não deu certo porque era para dirigir carro e eu não tenho habilitação”. Vitor simulava que o tubo de papelão era uma arma e que os sacos de lixo eram sacos de dinheiro colcados em um carro forte.

A inocência da brincadeira foi filmada por uma motorista, sem que ele soubesse. Postado o vídeo passou mas 500 mil visuallizações. “A minha mulher falou que aquele homem no vídeo era o marido dela e a autora disse que era para me contar que o vídeo já tinha mais de 500 mil visualizações. A moça filmou porque achou legal que estávamos brincando. Ela não queria prejudicar. É um serviço duro, difícil, mas a gente sempre mantém o bom humor”, disse.

O Grupo Corpus demitiu Vitor e está levando uma surra de críticas nas redes sociais. “Ao não agir de acordo com as regras de segurança laboral, ele colocou em risco a sua integridade física e dos demais coletores”, diz comunicado. “As imagens, feitas durante o expediente, simulam uma prática de crime e atividade ilegal da qual a empresa não compactua e rejeita veementemente.”

Leia Também