Funcionária de padaria afirma ter vendido salgadinhos para Lázaro: ‘estava nervoso e mais magro’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

GOIÁS – Uma mulher que trabalha como atendente de padaria em Cocalzinho de Goiás disse que atendeu Lázaro. O depoimento foi dado à polícia de Goiás, que não descarta a possibilidade. “Foi muito rápido e ele estava nervoso. Ele está bem diferente, está mais magro, está mais moreno, o cabelo está um pouco grande e ‘lambido’ para trás”, disse.

São muitos relatos de que Lázaro é visto e esse é mais um a ser investigado. O encontro com Lázaro teria acontecido na noite desta sexta-feira. “Ele chegou e falou muito baixo: ‘Quanto é o salgadinho?’. Aí eu falei: ‘Só um minutinho’. Eu olhei para trás [para a patroa] e falei: ‘Nega, quanto que é o salgadinho?’. Quando ela olhou, já afastou e percebeu que era ele [Lázaro]”, contou.

Após o encontro o “Lázaro” foi embora, de mochila nas costas. Lázaro está foragido há 17 dias.

Leia Também