Esposa do dono de cartório assassinado é presa por encomendar a morte do marido

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Além dela, mais três pessoas foram presas e um homem está sendo procurado por ter contratado os executores de Luiz Fernando.

A esposa do dono de cartório, Luiz Fernando Alves Chaves, de 40 anos, foi presa nesta quinta-feira (30), apontada por participar da morte do marido, ocorrido na última terça-feira (28), após ser sequestrado. Outras três pessoas também foram presas e um criminoso continua foragido.

Luiz Fernando teve a casa invadida na noite de terça-feira (28). Os dois bandidos que executaram o crime tinham o controle do portão. A vítima foi então sequestrada e levada dentro do próprio veículo, uma caminhonete. O corpo dele foi encontrado na madrugada de quarta-feira (29), dentro do veículo a cerca de 50 quilômetros da casa dele.

A Polícia Militar conseguiu encontrar os dois suspeitos de sequestrar, atirar e matar o dono do cartório. Eles estavam em uma cidade vizinha. Em seguida, a Polícia Civil prendeu uma pessoa que forneceu a arma utilizada no crime e a esposa da vítima. Segundo as investigações, a mulher pagaria R$ 5 mil para cada executor, além da caminhonete do dono do cartório.

A polícia ainda procura por Luzimar Francisco Chaves, conhecido como “Chefe”, que teria contratado os executores do crime. Ainda segundo as investigações, a esposa da vítima teria uma amante, que também é suspeita de arquitetar o crime e está foragida.

Luiz Fernando era titular do Cartório de Registro de Imóveis de Rubiataba, mas nasceu em Trindade, na região metropolitana de Goiânia. Ele deixou três filhos.

Leia Também