Donas de escola e funcionária que amarravam bebês são indiciadas por tortura e maus-tratos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Polícia Civil indiciou as irmãs Roberta e Fernanda Serme, diretora e pedagoga da escolinha Colmeia Mágica e a auxiliar Solange Hernandez por tortura, maus tratos, perigo de vida e constrangimento contra alunos.

Imagens de bebês amarrados e chorando em um banheiro da escola viralizaram no Brasil e causaram comoção.

Roberta segue foragida. As irmãs negam as acusações e se dizem inocentes. O caso segue sendo investigado.

Leia Também

error: Conteúdo protegido contra cópia!