CRM investiga médico por gravar cenas pornográficas com pacientes: ‘consultório me dá um tesão’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um médico de 34 anos que está sendo apelidado de “doutor peludo” está na mira do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal, após gravar cenas de sexo explícito e postar no Twitter, onde aparece com pacientes, todos homens, muitos deles casados.

As imagens foram compartilhadas por ele com legendas eróticas. O caso revelado pelo site Metrópolis e forçou o CRIM a abrir uma investigação. O infectologista não teve o nome divulgado. Lino Neves da Silveira diz nas postagens que “consultório me dá um tesão da por**”. Nas imagens há cenas de sexo oral, masturbação e conjunção carnal, muitas delas gravas usando jaleco e estetoscópio. .

No Twitter, ele era conhecido pelo perfil @peludoAN, que foi desativado nesta quarta-feira (25). O médico fez residência em infectologia pelo Instituto Emílio Ribas, de São Paulo, mas trabalhava em unidade de saúde particular do DF. Em nota, o CRM informa que “investigará a denuncia através de uma sindicância.”

Leia Também