Condenado a mais de 60 anos de prisão, João de Deus irá cumprir pena em ‘mansão’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Apesar de ter sido condenado a mais de 60 anos por crimes sexuais, João de Deus irá cumprir pena em sua casa

O suposto médium João Teixeira de Faria, o “João de Deus”, teve o pedido de habeas corpus concedido pela justiça de Goiás nesta terça-feira (14), para voltar para prisão domiciliar. Ele foi condenado a mais de 60 anos de prisão por crimes sexuais.

Com esta decisão, João de Deus volta irá cumprir a pena em sua mansão, em Anápolis (GO) e deverá voltar a usar tornozeleira eletrônica.

No mês passado, ele havia voltado para a unidade prisional após o Ministério Público (MPGO) levar a 15ª denúncia à Justiça pela prática de crimes sexuais. Os crimes ocorreram todos na Casa Dom Inácio Loyola, em Abadiânia (GO).

Ao todo ele responde por crime de estupro de vulnerável contra oito mulheres.

Em nota, divulgada nesta quarta-feira, os advogados informaram que a justiça admitiu os argumentos da defesa e “reforçou o seu entendimento com base na dignidade da pessoa humana, já que o médium possui diversas doenças crônicas, atestadas pela Junta Médica do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, e pelo fato de ter mais de 80 anos, além da ausência da ocorrência de novos crimes e a falta de contemporaneidade da prisão decretada com os fatos sob investigação”.

Entre as 14 denúncias anteriores por crimes sexuais contra João de Deus, três já resultaram em condenação. As sentenças, juntas somam mais de 60 anos de prisão. Além dos crimes sexuais, ele também foi condenado a 4 anos de reclusão por posse irregular de arma de fogo de uso permitido e por posse irregular de arma de fogo de uso restrito.

Leia Também