Cidades do sul da Bahia registram alagamentos pelo 4° dia seguido

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O temporal que atinge cidades baianas, principalmente nas regiões sul e extremo sul, causa alagamentos e prejuízos para os moradores, pelo quarto dia seguido, neste sábado (11). Já são 25 municípios em situação de emergência, de acordo com os decretos homologados e publicados no Diário Oficial do Estado (DOE).

Cerca de 80 militares do Corpo de Bombeiros, além de 37 alunos e instrutores de cursos de salvamento, atuam no resgates de vítimas e no apoio às comunidades. De acordo com o governo, comida, água, medicamentos e outros itens são levados de forma prioritária para os moradores de 13 cidades. 

De acordo com a Coelba, em Jucuruçu e Guaratinha, no sul da Bahia, há alguns pontos isolados sem fornecimento de energia elétrica por causa de comunidades que permanecem ilhadas. Neste sábado, foi necessário o resgate, por helicóptero, de duas equipes do órgão que trabalham para o restabelecimento do serviço.

Nas últimas horas, os militares verificaram o estado da ponte, no município de Itamaraju, que fica no extremo sul da Bahia, e também atenderam ocorrências de desabamento em Várzea Alegre, Novo Prado e Prado. Gestantes e pessoas com comorbidades, em especial aquelas que fazem tratamento de hemodiálise, são prioridade no atendimento.

Em Jucuruçu, outra cidade que foi fortemente atingida pela chuva, foram improvisados acessos para as viaturas distribuírem cestas básicas. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os municípios afetados no extremo sul são: Eunápolis, Guaratinga, Itabela, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Medeiros Neto, Mucuri, Prado, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Vereda. 

No sul, Mascote, Itacaré, Itabuna, Ilhéus, Canavieiras, Camacan e Belmonte registraram prejuízos. Em outras regiões do estado, Apuarema, Conceição do Almeida, Caetanos, Encruzilhada, Ibicuí, Ipiaú, Itambé, Itaquara, Jequié e Macarani também tiveram problemas.

Leia Também