Cachorros protegem corpo de idoso que morreu ‘de dor’ após aguardar mais de 6 horas pelo Samu

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Após o idoso morrer, os dois cachorros dele ficaram junto ao corpo protendo para que ninguém mexesse por seis horas até a chegada do Samu.

‘O cachorro é o melhor amigo do homem’. Tá aí um ditado certo e a prova está em um caso que ocorreu na última sexta-feira (29), em Peruíbe (SP). Um idoso, de 68 anos, passou mal e morreu em um bar. Os cachorros dele ficaram junto ao corpo, por mais de seis horas, sem deixar ninguém se aproximar até a chegada do Samu.

De acordo com o dono do bar, o idoso chegou ao local reclamando de fortes dores. Eles acionaram o Samu, várias vezes, mas não foram atendidos. Uma moradora do local informou que o idoso, identificado como Damião Almeida, morreu gritando de dor. Após a morte, os cachorros de estimação dele se aproximaram do corpo e ficaram protegendo e velando.

Ainda segundo os moradores, nas diversas ligações que fizeram pedindo ajuda ao Samu, forem informados pelo atendente que ninguém morria de dor e que tinha ocorrências mais urgentes para atender. Eles chegaram ao local seis horas após os primeiros chamados feitos pelos moradores,

Após a morte de Damião, o Samu chegou ao local e tentou reanimá-lo, sem sucesso. A Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de “encontro de cadáver”. Quando os policiais chegaram ao bar, a equipe do Samu já havia ido embora. Eles encontraram o cadáver caído no chão do bar, coberto por uma manta, cercado pelos cães. O filho do idoso chegou a comparecer ao local quando soube do ocorrido, e agradeceu a todos que tentaram ajudar o pai. Um dos animais ainda chegou a carinho no rosto do idoso.

“Ficaram protegendo, não deixavam chegar perto do Damião. A branquinha chegou a fazer carinho no rosto dele, mas o filho [do idoso] levou [os cachorros] para casa”, disse a moradora que testemunho tudo.

O idoso passou seis horas sofrendo com dor e aguardando a chegada do Samu, que só chegou quando ele já estava morto – Foto: Reprodução/ G1

Em nota, a Prefeitura de Peruíbe esclareceu que o Samu fica em Itanhaém, cidade vizinha, e é responsável pela regulação do atendimento de cinco municípios da região.

Leia Também