Publicidade

“Biscoito” confessa que recebeu R$ 1 mil para matar dono do Fast Temaki em Manaus

Facebook
Twitter
WhatsApp

O  delegado Ricardo Cunha, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, disse nesta segunda-feira (14), que Adriano Fogassa recebeu R$ 1 mil para matar Rafael Moura Cunha, de 40 anos,  em dezembro de 2021, no conjunto Eldorado.

ADVERTISEMENT

“Biscoito” ou “Bolacha”, como é conhecido, contou que “ele contou com riqueza de detalhes Ele disse que não sabia dos motivos da morte da pessoa. Ele apenas foi contratado pra realizar essa morte”.

Estão presos pelo crime o mandante, Julian Larry Barbosa Soares, 34, sócio da vítima, e Alinelson William Araújo Pereira, que contratou Adriano. O crime foi pensado pelo mandante, que devia R$ 300 mil à vítima.

Rafael Moura era dono do Fast Temaki, Pagode do Parque 10 e Blend Café, em Manaus.

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!