Amom critica avô por decisão que favoreceu Sinetram e internautas reagem: ‘Miguelento falastrão’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Internautas não reagiram bem após o vereador Amom Mandel (Cidadania) publicar um vídeo, no Instagram, onde criticava o próprio avô, o desembargador Domingos Chalub, por decisão que acabou favorecendo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram). Ele falava sobre o novo sistema de bilhetagem que vem criando problemas no decorrer da semana.

No entanto, muitos acharam que Amom estava “dando migué” e querendo parecer isento na situação ou apenas para “chamar atenção”. No vídeo, o vereador aparece denunciando a Prefeitura de Manaus após acionamento da Procuradoria Geral do Munícipio (PGM), a favor do Sinetram, na batalha judicial que se desenrola desde que foi instalado o novo sistema.

“Eu não concordo com o que tá acontecendo, e não concordo, mais ainda, com a decisão do meu próprio avô [desembargador Domingos Chalub], que caiu na ladainha do prefeito de Manaus e da Procuradoria Geral do Município”, dispara Mandel.

Ele caracterizou a decisão de Chalub como “equivocada”, mas que o avô “foi induzido ao erro”. “Não concordo com o que está acontecendo. E eu preciso do seu apoio pra compartilhar isso aqui em massa, fazer pressão política ao prefeito de Manaus para que recue com a Procuradoria Geral do Municipal e pra fazer pressão para que todos os vereadores se pronunciem contra tudo o que está acontecendo”, finalizou, em vídeo.

A fala do vereador faz referência à decisão assinada pelo desembargador Domingos Chalub, seu avô, que suspendeu o bloqueio de R$ 3 milhões das contas do Sinetram e liberou a mudança do sistema de bilhetagem. No entanto, Amom questiona ainda que, vai terminar o ano e não será possível conseguir atender todas as pessoas que estejam com o problema.

Depois da repercussão do vídeo, vários internautas desabafaram na postagem de Mandel. “Esse Amom é um miguelento falastrão”, relatou uma delas. Outro disse: “Vovô Chalub conhece muito bem esse sistema e outros!”, disse outro.

Leia Também