Avô de 75 anos é condenado a mais de 42 anos de prisão por estupro das netas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um homem de 75 anos foi preso por estupro de vulnerável praticado contra as netas, no Centro de Manaus, nesta sexta-feira (16). A prisão foi realizada por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). O crime ocorria desde que as vítimas tinham 10 e 11 anos.

A delegada Joyce Coelho, titular da unidade especializada, informou que o homem foi preso em cumprimento de mandado de prisão em razão de sentença condenatória, no Centro da capital, Zona Sul.

“Iniciamos as investigações em 2018, na ocasião em que as vítimas formalizaram a denúncia contra o indivíduo. Durante escuta especializada, uma delas relatou que o ato criminoso começou em 2011, quando elas se mudaram para a capital amazonense, a fim de estudar”, disse.

Ainda segundo Joyce, as vítimas disseram, também, que o homem tinha um comportamento grosseiro com seus familiares, inclusive com elas, falando palavrões que atentavam contra a dignidade das menores.

“Em 2013, o criminoso consumou o estupro contra as vítimas, tocando em suas partes íntimas e mantendo relações sexuais forçadas com elas, nas ocasiões em que a avó delas saía de casa”, esclareceu.

Joyce destacou que o homem proferia ameaças contra as meninas, além de dar dinheiro e presenteá-las com aparelhos celulares, em troca do silêncio das mesmas.

O homem foi condenado a 42 anos, 2 meses e 6 dias de prisão por estupro de vulnerável e ficará à disposição da Justiça.

Leia Também