Associação Pestalozzi tem luz cortada pela AM Energia: ‘estamos sem condições de pagar a conta’

Facebook
Twitter
WhatsApp

Fundação sem fins lucrativos que cuida de pessoas no Amazonas com Síndrome de Down, autismo, deficiências e microcefalia, a Associação Pestalozzi de Manaus está sem energia desde o dia 23 de março, após a AM Energia cortar o fornecimento por falta de pagamento.

ADVERTISEMENT

Após 44 anos de ajuda humanitária, a ONG está às escuras. Deve R$ 145 mil e não tem como pagar, pois vive de doações. São 120 pessoas atendidas que enfrentam o calvário sem energia na base que fica  na avenida Governador Danilo de Matos Areosa, Distrito Industrial.

Sem ter a empatia da empresa, a Associação abriu uma vaquinha para tentar retomar a energia e pagar a conta. “Doe Amor e Energia”, está na internet pedindo qualquer tipo de quantia. “Sobrevimentos totalmente por doações. Estamos com essa pendência. Nossa energia está cortada desde o dia 23. Mas não paramos de funcionar. Os funcionários estão todos trabalhando com revezamento. Estamos passando atividades extraclasses para os alunos”, afirma Maria Célia presidente da associação.

“É uma dívida que no momento estamos sem condições de pagar. Ainda não conseguimos cumprir o acordo, por isso esta campanha. Nossa principal dificuldade é a financeira. Depois da pandemia, as doações diminuíram. Alimentos não-perecíveis recebemos o suficiente. Mas, doações em dinheiro, ainda estão em baixa. Precisamos manter o funcionamento com itens de higiene e demais materiais da infraestrutura da associação”, complementa.

A conta  PIX com chave 04.449.992/0001-02 (CNPJ da associação), também recebe as doações.

Até a publicação deste matéria a vaquinha arrecadou apenas R$ 2.100.

 

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!