Assaltantes pedem arma de vigilante, ele não têm e é morto em Manaus

Facebook
Twitter
WhatsApp

Na madrugada desta quinta-feira (9), o vigilante Anderson Videira Lima, de 38 anos, foi morto com um tiro na cabeça durante um assalto na empresa onde trabalhava. O crime aconteceu na rua Anhanduí, bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

ADVERTISEMENT

De acordo com a polícia, a motivação do crime, seria porque o vigilante não tinha nenhuma arma para entregar aos assaltantes. Ele foi agredido e em seguida baleado na cabeça.

Anderson ainda teve o celular roubado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), foi acionado e encaminhou a vítima para o Hospital João Lúcio, onde morreu logo depois.

O crime deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DHES). Nenhum suspeito foi preso.

Leia Também

plugins premium WordPress
error: Conteúdo protegido contra cópia!