Após o caso de Wanderley Andrade, mecânico pega carro de cliente, atropela casal e mata mulher em Manaus

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A mulher que morreu em um grave acidente de trânsito nesta quarta-feira (18), foi identificada como Antônia Helida, de 35 anos. Ela estava como passageira de uma motocicleta por aplicativo, quando a moto estancou, ela e o piloto identificado como Cristofono Lopes Figueiredo, de 36 anos, foram arremessados e atropelados por um carro.

A passageira morreu na hora, o piloto possivelmente quebrou a perna e foi direcionado ao hospital. O motorista do carro, identificado como James Clei da Silva, de 44 anos, foi levado a delegacia para prestar depoimento.

O motorista que é mecânico, estava com o carro de um cliente. A situação lembrou o acidente que aconteceu na madrugada de terça-feira (17), quando um mecânico pegou o carro do cantor Wanderley Andrade e morreu em um acidente. O caso deve ser investigado.

Acidente com o carro de Wanderley Andrade 

Em turnê no Nordeste, onde está fazendo vários shows, o cantor paraense Wanderley Andrade confirmou que a Mitsubishi Pajero, de cor amarela, envolvida em um acidente na madrugada desta terça-feira (17), era dele. O veículo era dirigido por um mecânico que colidiu e morreu na avenida Torquato Tapajós, Centro-Sul de Manaus.

Segundo o cantor, a Pajero estava na oficina para um reparo e seria entregue ao advogado dele, em Manaus, enquanto ele está em turnê. O veículo foi totalmente destruído no acidente.

De acordo com a polícia, o mecânico teria pegado o carro sem a permissão e foi dar uma volta na madrugada. Três mulheres de 20, 21 e 22 anos estavam com ele e se feriram, mas sobreviveram.

O acidente teria ocorrido porque a vítima dirigia em alta velocidade e acabou colidindo com uma das colunas de concreto da passarela. Ele morreu na hora e ficou preso às ferragens.

O prejuízo do carro deve ser negociado entre o dono da oficina e o cantor.

Leia Também