Após matar professoras e aluna, atirador de 16 anos almoçou e foi para casa de praia com os pais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Polícia Civil do Espírito Santo repassou detalhes sobre o andamento das investigações do ataque às escolas de Aracruz (ES). Segundo as autoridades, o assassino de 16 anos guardou as armas, almoçou e seguiu para a casa de praia com os pais depois de invadir as duas escolas.

O superintendente de Polícia Regional Norte, delegado João Francisco Filho, disse que depois do crime o adolescente foi até um local ermo, tirou o material que cobria as placas, voltou para a casa de praia em Mar Azul, em Coqueiral de Aracruz, pegou todos os objetos e guardou para os pais não desconfiarem.

“[Ele] coloca tudo onde estava e fica no interior da casa como se nada tivesse acontecido. Os pais chegam e ele reage naturalmente. Os pais já sabiam do atentado, comentam com ele e ele se faz de desentendido”, conta o delegado.

Leia Também