Após destruir uma família, Paulo Cupertino será interrogado pela 1ª vez

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

APós ficar 3 anos foragido pelo assassinato do ator Rafael Miguel e os pais, Paulo Cupertino, será ouvido no próximo dia 22 de agosto, pela 1º vez. Ele foi preso em maio, em São Paulo. O crime aconteceu no dia 9 de junho de 2019 e foi preso em um hotel bem perto de onte a tragédia aconteceu. Além dele, dois amigos devem ser ouvidos, por terem ajudado na fuga.

De acordo com o Ministério Público (MP), Cupertino atirou 13 vezes nas vítimas porque não aceitava o namoro da filha, Isabela Tibcherani, com Rafael. Ela tinha 18 anos à época. O artista estava com 22. A audiência de instrução servirá para a Justiça decidir se os três acusados irão para o júri popular. 

No momento da prisõa, Paulo Cupertino que estava disfarçado, negou todas as acusações e afirmou ser “inocente” e que não matou “ninguém”. Ainda declarou que a filha estava melhor hoje do que antes.

Leia Também