Amazonense é bronze no Campeonato Brasileiro de Ginástica Rítmica em São Caetano (SP)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Carregando a bandeira do Amazonas em mais uma competição nacional, a ginasta Ana Carolina Arce, de 13 anos, foi destaque no Campeonato Brasileiro de Ginástica Rítmica, em São Caetano (SP). O evento contou com mais de 100 atletas e a ginasta amazonense voltou da competição com a medalha de bronze na bagagem.

“Temos acompanhado o trabalho da atleta Ana Carolina e sabemos do potencial que ela representa para Amazonas. Com apoio do Governo do Estado, em março deste ano, ela também participou de um teste na Seleção Brasileira de Ginástica, sendo a única representante da região norte”, destacou Jorge Oliveira, diretor-presidente da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar).

Disputando na categoria juvenil a atleta se destacou no aparelho arco conquistando a terceira colocação do evento nacional. Além desse título, Ana é medalhista em campeonatos brasileiros de conjunto, em 2018 e 2021. Para a técnica Giulia Pontes, desde o início da trajetória da ginasta, era perceptível o potencial que ela teria no esporte.

“A Ana treina comigo desde os 7 anos e no primeiro teste já percebemos o diferencial que ela tinha na realização das atividades. E essa conquista na categoria individual tem um significado muito grande, porque sabíamos da potência dos nossos adversários nessa modalidade, mas nossa preparação foi intensa e trouxemos mais um título para o Amazonas”, comentou a técnica Giulia Pontes.

A atleta, que com 13 anos já alcançou diversos pódios, ressaltou o significado de mais uma conquista. “Todo campeonato é um sentimento diferente, mas fiquei feliz com o resultado porque foram meses de preparação. Meu maior sonho é chegar na Seleção Brasileira de Ginástica, e sei que com dedicação e esforço vou conseguir”, comentou a atleta.

Próximos desafios

Na próxima quarta-feira (14/09) Ana Carolina e sua treinadora, Giulia Pontes embarcam para Aracaju (SE), juntamente a outras ginastas amazonenses que irão disputar os Jogos da Juventude 2022, a competição reúne atletas de diversas regiões do Brasil. As atletas foram classificadas por meio do Jogos Escolares do Amazonas (JEA’s).

Foto: Rudson Renan/Faar

Leia Também