Wilson Lima anuncia 6,5 mil novas vagas para o Liceu Claudio Santoro e a criação de mais 20 salas de cultura no interior

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Há vagas nas áreas de Dança, Artes Visuais, Audiovisual, Artes Cênicas e Música, além de 2,7 mil vagas para o Liceu Digital. As inscrições iniciam nesta segunda-feira (7).

O governador Wilson Lima anunciou uma série de novidades para a cultura do Amazonas. Dentre os destaques, está a abertura de 6,5 mil novas vagas para ingresso nos cursos do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, a criação de 20 salas de cultura e a entrega de duas vans do projeto “Biblioteca Volante”, que levará leitura de boa qualidade aos jovens e crianças do estado.

“Nós estamos abrindo 6 mil vagas para o nosso Liceu de Artes, para várias modalidades: canto, instrumentos, dança. No ano passado, nós ofertamos 3 mil vagas, então, é um aumento de mais de 100%. Nós estamos dobrando a nossa capacidade”, afirmou Wilson Lima.

As 6,5 mil novas vagas estão distribuídas, em Manaus, no Sambódromo e nos centros estaduais de Convivência da Família Padre Pedro Vignola e Magdalena Arce Daou, e nas unidades do Liceu em Parintins e Envira. Há vagas nas áreas de Dança, Artes Visuais, Audiovisual, Artes Cênicas e Música. Também serão ofertadas 2,7 mil vagas para o Liceu Digital. As inscrições iniciam na próxima segunda-feira (07/03).

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, o Liceu de Artes representa um dos principais eixos de trabalho do Governo do Amazonas no campo das artes.

“A gente tem um impacto direto, aqui, na Educação e na Segurança Pública a partir do momento que colocamos essa garotada em uma sala de aula para aprender a tocar um instrumento ou algum outro tipo de arte: artes visuais, teatro, dança, canto e coral”, completou Marcos Apolo.

Salas de cultura

Wilson Lima anunciou ainda a criação de mais 20 salas de cultura, a serem instaladas em municípios estratégicos, levando em consideração a potencialidade de cada local. “Vamos entregar equipamentos, instrumentos e também dar a qualificação para esses alunos que moram nessas cidades, que não teriam condições, de uma outra forma, de ter acesso à arte e à cultura”, explicou Wilson Lima.

Foram entregues também 584 novos instrumentos e acessórios ao Liceu de Artes, que beneficiarão 2,2 mil alunos da instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa. Os itens foram adquiridos com recursos do Estado, com parte do montante fruto de emenda parlamentar da deputada Therezinha Ruiz.

Biblioteca volante

Mais uma ação desta sexta-feira foi a entrega de duas vans do projeto “Biblioteca Volante”, que faz parte do programa “Mania de Ler”. Os veículos adaptados levam o nome dos escritores amazonenses Aníbal Beça e Thiago de Mello. As bibliotecas são compostas por estantes, mesas, cadeiras, acessórios e acervo de mil livros em cada uma, que abordam temáticas diversas do universo infantil e infantojuvenil.

A programação da “Biblioteca Volante” oportuniza a democratização do acesso ao livro e à leitura de boa qualidade por parte da população da capital e do interior do Amazonas, priorizando crianças das zonas mais distantes, tais como periferia, ramais e zonas rurais rodoviárias.

“Esse é um trabalho muito importante, porque a leitura garante aos alunos uma visão de mundo mais ampla. A criança que começa a ler começa a encarar a vida de uma forma diferente, isso ajuda muito não só na questão do aumento do vocabulário, na interpretação de texto, mas sobretudo ela amplia a sua maneira de encarar a vida, a sua visão de mundo”, finalizou Wilson Lima.

Leia Também