Vice conspira e demite secretário de segurança sem autorização de Wilson Lima

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida Filho (PSDB), foi oficialmente denunciado após tramar uma conspiração, sob orientação do ex-prefeito Arthur Neto, contra o secretário de Segurança, Louismar Bonates. Almeida se aproveitou da viagem do governador para exonerar o secretário no exercício do cargo e nomear um novo nome para a pasta.

“O Governo do Amazonas esclarece que, na madrugada desta quinta-feira, o vice-governador, Carlos Almeida, e um funcionário comissionado da Casa Civil, de forma ilegal, criaram um documento exonerando um secretário de Estado, sem conhecimento do chefe da Casa Civil e do governador.”, diz a nota do Governo.
A armação feita por Carlos Almeida Filho foi descoberta a tempo e foi barrada. “O documento não chegou a ser publicado, por isso não tem validade e efeito. Mas o ato gravíssimo tem o objetivo de causar instabilidade e danos ao Governo. Diante disso, o servidor será exonerado, teve as senhas de acesso ao sistema de governo canceladas e foi proibido de entrar na Casa Civil. O caso foi encaminhado à policia, que tomará todas as providências para responsabilizar os envolvidos nesse ato criminoso.”

Almeida está aliado a Arthur Neto desde junho, quando se filiou ao PSDB e ensaia uma parceria inusitada, já que foi acusado por Arthur de ter ligações com o tráfico. ““Não era inocente, não era criança e já era uma figurinha grande”, disse Arthur, na época, em 2019, afirmando que as andanças do vice na Cidade das Luzes era para fazer acertos com traficantes.

Leia Também