Trio suspeito de matar família inteira por conta de espaço para pescar é preso pela polícia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

MANAUS – AM | Os envolvidos numa chacina de quatro pessoas da mesma família, ocorrida no dia 26 de outubro deste ano, no município de Codajás, no Amazonas, foram presos nessa semana. Davi Pais da Silva, 30, Natalício Ferreira da Silva, 56, e Natalino Pais da Silva, 21, teriam cometido o crime por rixa. As famílias brigavam por espaço de pesca no Rio Solimões.

De acordo com informações do delegado Rodrigo Torres, titular do DIP de Manacapuru, Ana Maria Araújo Lima, 37, Raimundo da Silva Rosas, 71, e as filhas Ana Paula Lima Rosas, 13, e Janaína Lima Rosas, 19, foram encontrados em duas canoas, às margens do Rio Solimões. Eles foram mortos por cortes de arma branca.

Ainda segundo o delegado, Rodrigo Torres, os suspeitos do crime e Raimundo não se davam bem. A vítima não permitia, supostamente, que ninguém, além da própria família, pescasse naquela região do rio.

Além de matarem as vítimas, eles levaram duas armas de fogo de propriedade de Raimundo, uma quantia em dinheiro e um celular.

O trio vai responder pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) e vai ficar preso na unidade policial de Codajás até serem transferidos para a capital, Manaus.

Leia Também