Trabalhadores colocam fogo na Cidade do Garantido e exigem pagamento

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Cerca de 200 homens invadiram a Cidade do Garantido em Parintins na noite desta sexta-feira (8), após serem informados de que o Boi não tinha dinheiro para pagar a todos pelos serviços presatados no Festival Folclórico. Eles incendiaram o local, quebraram alegorias e até as janelas.

A Polícia Militar precisou agir, isolar a área e retirar os homens do local, que além da quebradeira e do fogo impediam os bombeiros de entrar para controlar as chamas. O clima ficou tenso, mas a PM conseguiu retirar os trabalhadores e as chamas foram controladas, mas a essa altura o que estava queimado mesmo era o filme do Garantido.

Desde que pedeu o Festival para o Caprichoso o Boi Garantido mergulhou numa crise sem fim. David Assayag, Sebastião Júnior e Edílson Santana pularam fora do barco. Já o presidente Antônio Andrade segue no comando e afirma que não renunciar ao cargo. Ele afirma que é alvo de adversário querendo dar o golpe.

E quantos aos pagamentos dos trablahadores, não há solução anunciada.

Leia Também