Tempestade deixa prejuízos e destruição em Manaus e cidades do Amazonas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo a Defesa Civil, em Manaus, os bairros mais atingidos foram Cidade Nova, Monte das Oliveiras, Petrópolis, Centro, Educandos, Bairro da Paz, Colônia Antônio Aleixo e Flores.

Pelo menos 13 municípios sofreram com a intensa chuva, que iniciou hoje (27/12), por volta das 8h, devido à atuação de sistemas convectivos ao sul da Região Metropolitana de Manaus (RMM), segundo a Defesa Civil do Amazonas (Subcomadec).

A Subcomadec realizou contatos com os atendimentos de emergência (Corpo de Bombeiros Militar e Defesa Civil Municipal de Manaus e de municípios da Região Metropolitana), sendo informada que os órgãos estão em fase de levantamento das ocorrências e triagem, devido a falta de energia.

Em Manaus, até o presente momento, a Defesa Civil do Estado segue com informações de ocorrências de destelhamentos, quedas de árvores (em residências, em vias públicas, em veículos) e curto elétrico envolvendo fios de alta tensão. Nenhuma das ocorrências tem registro de vítimas. Os bairros mais atingidos foram Cidade Nova, Monte das Oliveiras, Petrópolis, Centro, Educandos, Bairro da Paz, Colônia Antônio Aleixo e Flores.

No interior, o município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) tem registros de destelhamento de estádio, queda de árvores, tombamento de porte e destelhamento de residências. No Careiro da Várzea (distante 25 quilômetros da capital), foi registrado destelhamento de casas, sem vítimas. Em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), o fornecimento de energia foi comprometido em decorrência das fortes chuvas.

A Defesa Civil do Amazonas informa que monitora as ocorrências e que está orientando as Defesas Civis locais sobre medidas mitigadoras e aguarda mais detalhes das ocorrências para o repasse dessas informações, além de articular apoio aos municípios com dificuldade de resposta ao evento adverso.

Leia Também