Secretário de Saúde de AM pede exoneração do cargo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, pediu exoneração do cargo, na manhã desta segunda-feira (7), durante reunião com o governador Wilson Lima. Segundo ele, o pedido é para não deixar dúvida sobre sua conduta e facilitar as investigações da Polícia Federal. O secretário Executivo de Controle Interno da SES, Silvio Romano, continuará respondendo interinamente pelo órgão.

“Minha permanência poderia parecer que tenho algo a esconder ou que fiquei para manipular as informações, por isso entreguei o cargo”, disse Campêlo, que foi solto na manhã desta segunda, após ser preso pela PF que investiga desvio de dinheiro público durante a pandemia do Amazonas na Operação Sangria. 

A pedido do governador, Marcellus Campêlo permanecerá no Governo como coordenador da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), responsável pelo Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), órgão no qual ele atua desde o início da atual gestão, em 2019.

Leia Também