Sabotagem? Queda de luz atrasa por duas horas CPI da Amazonas Energia, em Tabatinga

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Amazonas Energia, passou por um sufoco que os Amazonenses vivem diariamente. A queda de luz! Nesta Na sexta-feira (4), a 28ª reunião itinerante da CPI realizada em Tabatinga, iniciou as atividades com duas horas de atraso, na Câmara Municipal, após queda de luz na cidade.

Com isso, o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/AM) notificou a concessionária com um auto de constatação, documento que alega, supostamente, que a empresa cometeu uma infração à lei. 

“Solicitamos que a concessionária nos apresente, em dez dias, a documentação legal que justifique a queda de luz, do contrário, esse documento pode se desdobrar para um auto de infração, que inicia o processo administrativo para a cobrança de multa, dependendo da resposta da concessionária”, explicou o representante do Procon/AM, Pedro Coelho Malta.   

Para o presidente da CPI da Amazonas Energia, deputado estadual Sinésio Campos (PT), a queda de luz, no momento da reunião, é reflexo do desrespeito da concessionária para com os tabatinguenses.  “Fomos junto com o Procon/AM até o escritório da Amazonas Energia lavrar o auto de constatação, pois essa empresa precisa respeitar os seus clientes, precisa prestar um serviço de qualidade. Não vamos nos calar diante das irregularidades que a concessionária vem praticando em Tabatinga, bem como nos demais municípios do Amazonas”.

A concessionária não se pronunciou.

Leia Também