Ricardo Nicolau se filia ao Solidariedade e consolida pré-candidatura ao governo do Amazonas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
O pré-candidato busca apoios e contribuições nos 62 municípios amazonenses a um projeto concreto de desenvolvimento a longo prazo.

O deputado estadual Ricardo Nicolau e o seu irmão, ex-vereador Hiram Nicolau, se filiaram ao partido Solidariedade nesta terça-feira, 26. Durante o ato de filiação, realizado em Brasília (DF), o parlamentar teve seu nome confirmado como pré-candidato a governador do Amazonas para as eleições de 2022 pela cúpula do Diretório Nacional da legenda.

A assinatura das fichas de filiação partidária ocorreu na sala da Liderança do Solidariedade na Câmara dos Deputados, com a presença do presidente nacional do partido, deputado federal Paulinho da Força, do vice-presidente nacional, Jefferson Coriteac, e do presidente do Diretório Estadual do Amazonas, deputado federal Bosco Saraiva.

“Agradeço muito pela confiança que o Solidariedade está depositando em nossa candidatura ao governo do Estado. Nós iremos honrar isso com muito trabalho, com um grande projeto de mudança para tornar o Amazonas muito melhor para se viver. Essa confiança nos traz a energia necessária para percorrer todos os municípios do Amazonas e fazer o nosso partido mais forte em Manaus e no interior”, declarou Ricardo Nicolau.

O presidente nacional do Solidariedade assegurou tratamento prioritário à candidatura em 2022. “O Solidariedade agora tem candidato ao governo do Amazonas. O Ricardo tem um grande trabalho, uma experiência muito grande e tenho certeza de que será o próximo governador. Vamos fazer o esforço máximo para você assumir o Amazonas e fazer o governo que interessa à população daquele estado, que precisa do seu trabalho”, afirmou Paulinho.

Para Bosco Saraiva, os novos correligionários chegam para reforçar as bandeiras de luta do partido. “Boas-vindas aos nossos queridos Ricardo e Hiram. O Solidariedade apoia a Zona Franca de forma firme, sempre está ao lado dela. Nós sabemos aquilo que acontece no Amazonas, sabemos quem são as novas lideranças e onde reside a esperança do povo amazonense. Portanto, com o Solidariedade nós vamos mudar o Amazonas”, disse.

“Nós nos identificamos com as pautas do Solidariedade, principalmente quando se fala de Zona Franca de Manaus. Faremos o que for possível para que o nosso partido seja protagonista nas eleições do ano que vem, como merece. O Solidariedade, ano que vem, terá chapa para representar o Amazonas tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara Federal e, a partir de hoje, nós começamos esse trabalho”, garantiu Hiram Nicolau.

A assinatura das fichas de filiação partidária ocorreu na sala da Liderança do Solidariedade na Câmara dos Deputados – Foto: Gilberto Martins / Divulgação Solidariedade

Plano concreto para o Amazonas

Com 25 anos de vida pública e larga experiência como gestor tanto no setor público quanto no privado, Ricardo Nicolau ingressou na política em 1996, já foi vereador de Manaus e cumpre atualmente o quinto mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), órgão que presidiu entre os anos de 2011 e 2012.

Em 2020, participou de sua primeira eleição majoritária, conquistando 118.289 eleitores, o equivalente a 12,29% dos votos válidos na disputa do primeiro turno. O Solidariedade foi o primeiro partido a ingressar na coligação partidária pela qual Ricardo Nicolau concorreu à prefeitura de Manaus.

Ricardo Nicolau anunciou sua pré-candidatura no mês de agosto, a um ano das eleições de 2022. “Via de regra, os políticos tradicionais escondem as suas vontades e só fazem anúncios após pesquisas favoráveis ou acordos partidários. Eu quero fazer diferente. Quero ter tempo hábil para, antes de tudo, discutir um projeto de desenvolvimento para o Amazonas”, declarou na ocasião.

O pré-candidato busca apoios e contribuições nos 62 municípios amazonenses a um projeto concreto de desenvolvimento a longo prazo, seguindo os exemplos de estados como Pará, Roraima e Rondônia, que têm apresentado resultados positivos. Para o pré-candidato, o atual governo transformou o Amazonas em “vergonha nacional” no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

“Quero ser candidato a governador porque eu não me conformo com a situação em que vivemos. Não vou permitir que o Amazonas continue em mãos erradas ou que dê um passo para trás com aqueles que já tiveram a oportunidade várias vezes e não resolveram os problemas. O Amazonas merece e pode muito mais”, defende Ricardo Nicolau.

Leia Também