Primeira amazonense não binária consegue registro no cartório

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A estudante universitária Álex Sousa de Sá é a primeira amazonense não binária registrada e com documento civil na história. Ela foi à Justiça e conseguiu a vitória inédita. Álex foi até à Defensoria Pública do Rio de Janeiro, que conta com um departamento exclusivo para pessoas trans que desejam mudar e ajustar nomes e gênero.

Na Defensoria pública do Amazonas ela conseguiu fazer o 2° Ofício de Registro Civil cumprir a sentença. E assim foi feito em 11 de abril.

“Minha jornada não deve ser romantizada, quero que seja um motivo de crítica e um motivo de luta, afinal não é toda pessoa trans que tem essa coragem ou até mesmo, ter recurso para se locomover de um estado para o outro em busca de amparo institucional. Não bináries Amazonenses, usem meu caso como precedente no processo de vocês, terei o imenso prazer em acompanhar vocês nessa batalha pelo reconhecimento de suas existências”, escreveu nas redes sociais.

Leia Também