Padrasto PM é afastado após ser denunciado por abuso sexual contra enteada de 13 anos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A Polícia Militar do município de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus) afastou um policial militar que foi denunciado pela enteada, uma adolescente de 13 anos, por violência sexual. A denúncia ocorreu na escola, na última quinta-feira (16).

De acordo com o Conselho Tutelar do município, a menina contou que vinha sendo abusada há dois anos para as colegas de classe. De acordo com ela, o crime era cometido na casa onde morava com a mãe, o padrasto e uma outra irmã, de 8 anos.

Acompanhada das amigas, o fato foi relatado para a pedagoga da escola que acionou o Conselho Tutelar. O caso foi registrado na delegacia e segue em investigação.

Segundo a polícia, a menina está com o pai porque a mãe não acreditou nos relatos da própria filha.

A PM informou, por meio de nota, que o policial foi afastado da corporação até que a investigação seja concluída.

Leia Também