Mais de 50 cestas básicas são desviadas da Funai e oferecidas em comércios, em Jutaí

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Segundo a Polícia Civil, os itens estavam sendo vendidos por meio de aplicativo de mensagens.

Policiais civis da 56ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Jutaí, com apoio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e da Guarda Civil Municipal (GCM), apreendeu no sábado (19/03), por volta das 11h30, 51 cestas básicas. Elas haviam sido desviadas da Fundação Nacional do Índio (Funai) e estavam sendo oferecidas para venda em um comércio do município, no bairro Mariano.

De acordo com a investigadora Susan Lima, gestora da 56ª DIP, a unidade policial recebeu, no sábado pela manhã, uma denúncia, por meio de integrantes da Funai, informando que cestas básicas da fundação estavam sendo oferecidas para venda por meio de um grupo de mensagens.

Conforme a investigadora, após receber a delação, a equipe de investigação, juntamente com a PMAM e a GCM, dirigiu-se ao endereço informado como local de retirada das cestas básicas e constatou a veracidade do caso.

“A proprietária do comércio não soube explicar a procedência da mercadoria, afirmando que seu esposo as teria trazido e que ele não estaria no local naquele momento”, destacou a autoridade policial.

Ainda de acordo com a gestora, a investigação segue em andamento. Conforme as circunstâncias, um Inquérito Policial (IPL) foi instaurado para apurar o caso.

Leia Também