Força, guerreira! Mulher cai no choro ao chegar em Tabatinga: ‘Não tem uma padaria’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

A fisioterapeuta dermato funcional Ana Paula Miranda, que também trabalha com conteúdo digital, polemizou com um comentário sobre a cidade de Tabatinga. No local a trabalho, ela postou vídeo chorando e dizendo que o município do Amazonas precisava ser “mais evoluído”, já que nem padaria e internet boa, tinha.

O comentário não agradou muita gente, principalmente os residentes, que a criticaram e a chamaram de “mimada”. A empresária, especialista em micropigmentação, fez um vídeo chorando e mostrando que pelo menos no quarto que estava ainda tinha TV.

“É difícil gente, de verdade. Tabatinga era pra ser mais evoluída. Não tem nada pra comer. Não tem uma padaria, a gente não pode ir numa padaria que não tem aberto”, dizia ela, chorando, aos prantos.

Muitos criticaram e disseram que a cidade fazia fronteira com Letícia, Colômbia, e que havia muitas opções. “Tem sim restaurante, padaria, vários. E em Letícia tem restaurantes ótimos. Locais muito bons para comer”, retrucou uma seguidora.

Após o ocorrido, Ana Paula disse que não estava falando mal da cidade, mas que teve uma crise de ansiedade por não ter encontrado nenhum lugar naquele momento. Ela disse ainda que estava na cidade porque aparentemente lá estava melhor para trabalhar do que em Manaus.

Leia Também