Ator Wagner Moura e grupo do CNJ vão acompanhar buscas por desaparecidos no AM

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Nesta terça-feira (14), o presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Luiz Fux, anunciou a criação de um grupo de trabalho com o objetivo de acompanhar as buscas pelo indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Philips, que desapareceram na região do Vale do Javari, no Amazonas, há mais de uma semana.

O grupo terá o reforço do ator Wagner Moura e o fotógrafo Sebastião Salgado, junto com a antropóloga Manuela Carneiro da Cunha e a juíza auxiliar da Presidência do CNJ, Livia Cristina Marques Peres.

De acordo com Fux, eles vão “acompanhar as ações que estão sendo executadas na busca dos referidos desaparecidos e propor medidas que visem a aprimorar a atuação do Poder Judiciário nas questões relacionadas”.

Leia Também