Aluno da rede pública de Manaus é apreendido após ameaçar matar professores e alunos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Um adolescente de 17 anos está apreendido desde o início da tarde desta quarta-feira (26), após ser denunciado pela diretora de uma escola em Manaus por enviar ameaças de morte a colegas e professores. Ele se diz admirador do nazismo e membro de grupos terroristas criados em aplicativos.

De acordo com a delegada Juliana Tuma, as mensagens são aterrorizantes. “Chegamos a essa informação através do boletim de ocorrência por parte do corpo docente da escola, relatando que alguns adolescentes e professores vinham recebendo ameaças através de mensagens”

A titular da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI) foi à casa do menor, na Colônia Terra Nova, zona norte da capital, e realizou a apreensão. “Ele admitiu a autoria das mensagens e disse que participava de alguns grupos de aplicativo de terrorismo nacionais, e possivelmente internacionais. Essas ideias foram plantadas na cabeça dele quando começou a assistir conteúdos sobre o nazismo, terrorismo nos videogames”, disse a delegada.

Em uma das mensagens é possível ler o nome da escola Samuel Benchimol, localizada  na zona Oeste de Manaus.

Leia Também