Avião que transportava Marília Mendonça bateu em fios de alta tensão antes de cair

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp
Testemunhas afirmaram ter visto quando o avião bimotor bateu nos fios de alta tensão. A confirmação foi feita pela companhia de energia de Minas Gerais.

O avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e que caiu na tarde desta sexta-feira (5), em Caratinga (MG), bateu no cabo de uma torre de distribuição de energia no Vale do Rio Doce antes de cair. A informação foi confirmada pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

As investigações sobre as circunstâncias e causas do acidente serão apuradas pela Aeronáutica. O avião King Air, da Beech Aircraft, foi fabricado em 1984 e tinha capacidade para 4,7 mil quilos, podendo transportar até 6 passageiros. Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave está regularizada e tinha autorização para fazer táxi aéreo.

Testemunhas

Moradores daquela região informaram que viram quando o avião rasgou os fios de alta tensão. Segundo os órgãos aéreos, outros pilotos já aviam relatado sobre o perigo dos fios para os pousos no aeródromo de Caratinga.

Uma testemunha disse às autoridades que após colidir nos fios, o avião teria perdido um dos motores. Para confirmar essa ou outros fatores que podem ter contribuído para o acidente, a FAB irá fazer uma perícia nos destroços do avião, ouvir testemunhas das pistas de pouso de onde o avião decolou e do destino, recuperar documentos, dados de inspeções técnicas, de manutenção do avião, além de ver a qualidade do combustível usado na operação.

Em nota, a Aeronáutica informou que “investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA 3), localizado no Rio de Janeiro (RJ), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA)” foram deslocados para o local da tragédia para apurar o acidente.

Triste confirmação

Após a divulgação da queda da aeronave que transportava a cantora sertaneja, a assessoria de Marília Mendonça negou que ela tivesse morrido no acidente, porém, instantes depois por meio de nota, a morte da cantora foi confirmada.

“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e copiloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga (MG), onde Marília teria uma apresentação esta noite”, informou a assessoria da cantora.

Os bombeiros também confirmaram a morte através da seguinte nota: “O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais.”

Um representante da Polícia Militar no local informou: “Infelizmente, em que pesem todos os esforços no local, de difícil acesso, a informação que se tem, repassada pelo médico, é que as cinco pessoas que estavam na aeronave vieram a óbito. Continuam os trabalhos.”

O velório de Marília acontece neste sábado (6), a partir das 8h, no ginásio Goiânia Arena e será aberto aos fãs, por decisão da família da cantora.

Leia Também