‘A maioria se vende por balde de cerveja’, diz trans modelo sobre mulheres em Manaus; vídeo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Morando em Curitiba, no Paraná, atualmente, Luanna Pantoja, uma trans modelo de Manaus deu uma declaração que causou polêmica no Instagram. Segundo ela, as mulheres de Manaus não faturam sendo garotas de programa porque não se dão valor.

Em um stories, Luana disse que a prostituição em Manaus é fraca. “Nas festas em Manaus, as mulheres, não são todas, mas a maioria se vende por balde de cerveja. Não se valoriza”, explicou.

De acordo com Luana, por isso a profissão na capital não rende tanto, diferente de outros estados. “Aqui (Curitiba), os caras pagam o nosso valor. Nós somos valorizadas”, afirmou ela.

Nos comentários, muitas pessoas falaram que a trans não mentiu. “Kkkk pura verdade, da até dó”, disse uma. “Disse tudo, as mana das festa enfraquece o corre por combo…”, opinou outra.

Leia Também